“Uma imagem vale mais que mil palavras”. Dificilmente não concordaríamos com este que já transformou-se num dito popular. De fato, nem sempre as palavras são capazes de traduzir certas situações e cenas do cotidiano. Uma boa imagem pode poupar horas de explicação.

Por outro lado, imagem não é tudo. Pobre sociedade pós-moderna, em que imagens, embalagens e padrões estéticos tornaram-se mais importantes que conteúdos e verdades. Substituímos a reflexão, o conto e a poesia por fotos e novelas. Esquecemos que “palavras são apenas palavras, mas com elas constroem-se mundos”.

Os resultados de uma supervalorização da imagem em detrimento da palavra são a superficialidade e a ignorância. Superficialidade nos relacionamentos, pois fundamentam-se cada vez mais em aparências, e ignorância existencial, à medida em que somos distraídos e aprendemos cada vez menos sobre nós mesmos, sobre o mundo e sobre Deus.

A verdadeira vida cristã é imagem e palavra. Esta lança luz sobre aquela, interpretando-a, corrigindo-a e conferindo-lhe seu valor real. Em outras palavras, na verdadeira vida cristã somos impactados pela visão de Deus e de Sua glória na mesma medida em que somos confrontados por Sua palavra e verdade. Vemos o poder de Deus e ouvimos sua voz. Deveríamos.

Um bom exemplo é o livro do Apocalipse. Trata-se de uma visão de João quando exilado na ilha de Patmos. Entre uma e outra cena extraordinária, porém, destacam-se os imperativos: “Escreve, pois estas palavras – não apenas as imagens – são fiéis e verdadeiras”. Ficava claro, assim, que João deveria transformar sua experiência de visão em mensagem e desafio para o povo de Deus.

Deus criou o universo com abundância de imagens e de beleza. Não é pecado admirar o belo. Mas somos desafiados a passar da admiração para o compromisso, o aprendizado e o crescimento espiritual. Somos desafiados à leitura da Palavra e a uma vida onde seus valores e verdades sejam cultivados acima das aparências.

Lembre-se: “não tinha aparência nem formosura…” mas é a “palavra que se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade. E vimos sua glória…”

Deixe seu comentário

WordPress Image Lightbox Plugin